segunda-feira, 26 de novembro de 2012


Talvez o meu maior defeito seja mesmo a minha mania boba de se importar com que não se importa comigo...
Doce coração, que teima em se importar demais.

sábado, 17 de novembro de 2012


~' Um dia, perguntei para o psiquiatra: sou bipolar? 
Ele me disse: de bipolar você não tem nada.
Você é sincera e tem sentimentos intensos. 
E me explicou a origem da palavra sincera, que vem do latim e significa "sem cera". Antigamente, carpin
teiros e escultores usavam cera para disfarçar os defeitinhos de esculturas e móveis de madeira. 

Então, eles lixavam, passavam verniz e tudo ficava aparentemente perfeito e em ordem. O aspecto das peças era magnífico. 

Com o passar do tempo, do frio, calor e uso, a cera ia se desmanchando e os defeitos iam ganhando vida. 

Sinceridade é "sem cera", ou seja, sem máscaras, sem retoques, sem querer ser o que não é.

 Achei bonita a explicação dele.
 E triste.
Dói ser "sem cera".


A vida maltrata quem sente demais.
 Quem sente demais acaba sofrendo mais que a maioria das pessoas.
Tudo importa, tudo é exagerado, tudo é sentido de corpo e alma.
 Alma, principalmente. 
Pessoas "sem cera" têm a alma do tamanho de um bonde.
 Não acho que eu seja a pessoa mais sincera do planeta.
Eu minto de vez em quando. 
Tenho inveja.
 Tenho defeitões. 
Mas eu sempre agi de acordo com meu coração, meu instinto, meu amor pelas coisas. 
A gente precisa ter amor pelas coisas.
 E raiva também, pois nem só de amor e sinceridade se vive.

A raiva serve para a gente colocar pra fora o que está desajeitado no peito. 
Porque de vez em quando tudo vira zona, bagunça. 
Precisamos arrumar, colocar ordem no nosso galinheiro.
Não é fácil nem rápido, mas é necessário.'

segunda-feira, 12 de novembro de 2012


~' De coração partidos o mundo está cheio. 
Eu quero é saber dos que ainda não deixaram de sonhar.'

"Eu ainda acredito.
 Eu ainda valorizo.
Eu ainda amo. 
Meus valores permanecem intactos comigo. 
E que você nunca perca os seus. 
Por menores que sejam, são seus. 
E isso importa."

segunda-feira, 5 de novembro de 2012


Preciso admitir, sou muito irônica, e grossa as vezes, um pouco meiga de vez em quando. 
Gosto do meu lado apaixonada, mas quase nunca aparece.
 E meu lado safado chega a me assustar. 
Protetora e ciumenta ao extremo. 
Tenho um gênio difícil 
e um temperamento forte.

 As vezes sou barraqueira, outras, calma até demais. 

Dura como uma pedra e frágil como um vidro. 

Um poço de orgulho, e mais conhecida como a rainha do drama, essa sou eu.

 E sabe o que mais me assusta? 

Ainda tem gente que gosta...


quinta-feira, 4 de outubro de 2012



~' Tem coisa mais doce que alguém te cativando o tempo todo?
Ir minando aos poucos sua defesa própria. 
Tem coisa mais forte que alguém te invadindo aos poucos? 
Compartilhando até dos mais íntimos segredos...'

segunda-feira, 10 de setembro de 2012


"Só sabe amar de verdade quem deixa que o outro SEJA.
 Putz.
 Acho isso a coisa mais foda do mundo! Isso é Amar com A maiúsculo, 
amor sem egoísmo e com total aceitação das nossas tantas imperfeições.”

quinta-feira, 30 de agosto de 2012


Não consigo imaginar nada mais satisfatório do que AMAR, e mesmo não sabendo o que o amor significa, sei o que representa.
 É o que nos faz, no meio de uma multidão, destacar ALGUÉM que se torna essencial para nosso bem.

 

quarta-feira, 25 de julho de 2012


Ando cansada de carregar culpas que não são minhas. Sei que a frase parece estranha (e é), mas tem gente que acha que preciso saber todas as respostas. Logo eu, que nada sei. Verdade, quanto mais o tempo passa mais eu vejo que tenho muito o que aprender com a vida e as pessoas. Todo mundo tem algo para nos ensinar. Diariamente. Pena que nem sempre são coisas boas. Mas se o outro não ensina nada positivo, pelo menos podemos aprender o que não devemos fazer.
Se você não sabe pra onde quer ir, tudo bem. Se pelo menos souber o que não quer para a sua vida já é meio caminho andado. Eu sei o que não quero de forma alguma, assim, já elimino muita coisa. E muita gente.
Chega de se lamentar. Se a sua vida anda ruim, desculpa, mas não tenho nada a ver com isso. A minha vida também é cheia de problemas, mas eles são meus. E você não tem nada a ver com isso. Você não tem nenhuma responsabilidade, nenhuma culpa, nada. Não tenho que te cobrar coisa alguma, pois minhas cagadas e acertos só dizem respeito a mim. Se eu faço alguma coisa que te afeta e te fere, me perdoa. Não tenho a intenção de magoar ninguém com meus atos. E se de vez em quando isso acontece, faz parte da vida. Inevitavelmente, magoamos pessoas. Inevitavelmente, esperamos coisas e atitudes das pessoas. Inevitavelmente, existe a frustração. E temos que aprender a conviver com ela pra tentar ser feliz.
De vez em quando cansa ser adulta, dá uma vontade louca de fazer as malas e voltar para a casa da mãe e do pai. E ficar lá, acolhida naquele mundo onde nada atinge e abala, onde a maior preocupação é a menina da escola que me chamou de boba, feia e chata. Então eu penso: não. Uma hora a gente tem que olhar nos olhos dos medos. E andar pra frente. Sem atalho, sem muleta, sem abrigo. Porque a vida é o que acontece no intervalo dos nossos medos. Eles nos petrificam, nos transformam em múmias. É só quando a gente acorda, anda, se mexe, manda eles embora que a vida de fato surge pelos buracos da fechadura.
Sempre pensei que todo mundo tem uma missão. Ninguém vive por viver, nasce por nascer, morre por morrer. Você tem uma missão e deve tentar cumprir tudo o que “está escrito” da melhor forma possível. Mas a gente não sabe o que está escrito. Temos que tentar adivinhar todo o santo dia. É por isso que existe a intuição: ela nos leva para onde devemos ir. É por isso que a gente deve seguir o que o coração diz: ele sempre está certo.


terça-feira, 17 de julho de 2012


“ E depois de um tempo eu entendi que esquecer não significava ignorar uma chamada no telefone, nem evitar reencontros casuais. 
Eu descobri que quando você esquece, atende o telefone e sua voz não falha, que reencontros casuais não mais faziam as pernas tremerem. 
Eu descobri que o lado mais triste do amor, é não sentir mais nada.”

quinta-feira, 12 de julho de 2012


É fácil amar o outro na mesa de bar, quando o papo é leve, o riso é farto, e o chopp é gelado. 
É fácil amar o outro nas férias de verão, no churrasco de domingo, nas festas agendadas no calendário, quando se vê de vez em quando.
 Difícil é amar quando o outro desaba. 
Quando não acredita em mais nada.
E entende tudo errado.
 E paralisa. 
E perde o charme. 
O prazo. 
A identidade. 
A coerência. 
O rebolado.
 Nessas horas é que se vê o verdadeiro amor, aquele que é companheiro, que quer o bem acima de qualquer coisa. 
E é esse o amor que dura pra sempre. 
Na verdade esse é o único que pode ser chamado AMOR! "

quarta-feira, 27 de junho de 2012



~'Só me fala que vai me aturar. 
Aturar todas as minhas crises de ciúmes, meus momentos - não tão raros - sem paciência, as minhas desconfianças e meus surtos de insegurança. 
Aturar meus dramas, minhas teimosias, minha arrogância, minhas piadas sem graça e o meu não-romantismo. 
Aturar todos os meus tipos de provocação, meu amor por outras pessoas, minhas mudanças inconstantes de humor e de temperamento. 
Aturar minha mente confusa, minha memória irritante, minha sinceridade exagerada. 
Aturar quando eu falar que te amo mais e também quando eu não falar que te amo. 
Aturar e segurar tudo não por mim, nem por você… 
Mas por nós.' 

quarta-feira, 13 de junho de 2012


Não precisa bater.
Entre, abra as gavetas, revire minhas certezas e minha vida pelo avesso. 
Só não esconda mentiras em nenhum espaço. 


"Estou segura de que existem tempo e surpresas suficientes para que as coisas tomem um rumo mais conveniente ou, pelo menos, justo..." 

sábado, 2 de junho de 2012


Esqueça o jogo, a defesa, as regras .
O amor é feito de pele, intimidade e braços abertos. 
Sim, você pode quebrar a cara e o coração, mas se não se soltar para o amor, não se doar emocionalmente de forma aberta e receptiva para alguém, você está vivendo no meio termo, no morno.
Para seguir na vida precisamos de impulso e dois pés.
 Quem vive com um pé atrás, está praticamente parado. 
Reflita. 
Ou mude de relacionamento. 

segunda-feira, 28 de maio de 2012


[....E me taxar de durona, era só mais um dos meus escapismos. 
Meu coração ainda era o mole, estúpido e bobo de sempre.]

E aí a gente fica com o coração cansado, e apertado de tanta mágoa, e repete mil vezes em frente ao espelho: não vou amar de novo, não vou amar de novo. 
E um dia a gente acorda e sai por aí, e acaba esbarrando no sorriso mais lindo do mundo, e no melhor abraço e nas promessas com cara de verdade. 
E aí a gente esvazia o coração, joga fora as mágoas e pensa: só mais essa vez.

terça-feira, 22 de maio de 2012


Benditos os que conseguem se deixar em paz. 
Os que não se cobram por não terem cumprido suas resoluções, que não se culpam por terem falhado, não se torturam por terem sido contraditórios, não se punem por não terem sido perfeitos. 
Apenas fazem o melhor que podem.
Se é para ser mestre em alguma coisa, então que sejamos mestres em nos libertar da patrulha do pensamento. De querer se adequar à sociedade e ao mesmo tempo ser livre.

segunda-feira, 21 de maio de 2012


Ando procurando um abrigo que aceite as minhas constantes mutações. 
Estou em busca de uma porta aberta que eu possa entrar de roupa e tudo, despreocupada e livre e que acolha esta minha mais nova versão.
 De mim eu ainda não sei muito bem, mas se quiser pode tentar me entender.
 Sou quase normal, a não ser o exagero de sentimento que carrego no peito, o resto dá pra ir levando.
Ando a procura de uma alegria maior, de um amor do tamanho do mundo- pelo menos do meu mundo, que é enorme.
Um amor que não se acanhe e nem se avexe.
Desejo alguém que desarrume com elegância a minha vida, a minha cama, o meu quarto, a minha alma, mas chegue com vontade de ficar. 



 ' Ele me perde por um segundo, pra depois me ganhar pra vida inteira.'

Me cuide sempre *_*


 ' A gente sempre deixa de cuidar do que já tem na mão.'


Há sempre uma pessoa na sua vida, a qual, não importa o que ela faça com você, você apenas não pode deixá-la ir. 

sexta-feira, 18 de maio de 2012



Não, não sou muito confiável.
 Tenho crises de amnésia: esqueço quem me fere.
 Costumo não cumprimentar gente grossa.
 Me escondo dos que acordam para estragar meu dia. 
Sou meio assim, egocêntrica: apaixonada por mim. 


❝Talvez eu não queira fazer sentido, não queira mais ser doce ou não saiba como fazê-lo. 
Como fazer-me.
 Tudo se empedrou, fiz-me diamante.
 É até bonito: mas é pedra.

quarta-feira, 9 de maio de 2012


Não tá faltando homem não. 
Nem mulher. 
Tá faltando amor ! 
Achar que pessoas são objetos não é normal. 
Ás vezes eu penso que sou a louca, por não conseguir ver as coisas por esse ângulo, mas definitivamente a louca não sou eu.
 Sair de noite e competir quem “pega mais”, que coisa triste. 
Competição de quem se entrega mais nunca vi. 
Trinta beijos vazios numa noite, que vitória.
Ainda dizem que o amor é uma droga, que insulto.
 As pessoas que são uma droga.
 É muita inocência camuflada de malandragem viu. 
Será que eles acreditam de verdade que podem escolher não amar e pronto ? 
Quem dera. 
Só querem se proteger, mesmo se pra essa proteção for preciso magoar outro alguém.
 Tudo pra manter o comodismo de não sentir. 
Não percebem que é exatamente esse egoísmo, esse individualismo que faz doer.
 Se defendem e nem sabem de que ou porque. 
Quem machuca são as pessoas e seus escudos bloqueando o que não deve. 
Não tem que se proteger do amor não, deixa entrar. 
E cuida pra não sair.





Nem faço muita questão que as pessoas me conheçam a fundo. 
Tem gente que não merece o nosso coração aberto. 
Certas pessoas não precisam conhecer nossa alma. 
Porque elas nem vão saber o que fazer com tanta informação.
 Tem gente ruim no mundo, já me convenci disso.
 Espero que você entenda isso também.
 E que não sofra tanto ao constatar que nem todo mundo quer o seu bem. 
Algumas pessoas sentem prazer em perturbar os outros.
 O que ganham em troca? Não sei. 
E nem quero descobrir.
Eu tenho muitas críticas, mas todas elas são sobre a minha pessoa.
 O que posso fazer melhor ou o que errei.
 Falhei, consertei, pedi desculpas, fui orgulhosa, fiz o meu melhor. 
Eu sou insuportável e extremamente exigente comigo.
 Quanto as outras pessoas, não posso interferir no ciclo de vida delas. 
Posso sutilmente e com permissão ajudá-las. 
Caso contrário o meu foco continua sendo: Eu. 

sábado, 5 de maio de 2012


Minha docilidade anda de mãos dadas com a minha fúria.
 Não suporto gente sonsa, mentirosa e injusta.
 Não sou meiga, sou amorosa.
 Não sou grosseira, sou transparente. 
Minha luz é enorme, mas minha sombra assusta.

sexta-feira, 4 de maio de 2012


Se eu correr, me acompanhe. 
Se eu esmorecer me apóie.
 Se eu tentar desistir, não me deixe.
 Se a alegria me faltar em alguns momentos, faça riso.
 Se eu tiver dúvidas me dê razões para eu confiar. 
Sobretudo se eu disser, preciso de ti, fique, porque é de ti que eu realmente preciso. 


"Passei muito tempo tentando 'suprir meus vazios' até descobrir que o que apertava o meu peito era a quantidade de entulhos emocionais que eu carregava. 
Eu precisava era do vazio para me sentir internamente arejada e com bastante espaço para crescer..."

segunda-feira, 30 de abril de 2012

Serve pra miim (y) julgo amor do próximo e o meu ?


"O mal dos relacionamentos hoje em dia é que está muito fácil julgar o amor do outro, calcular, dar mais importância ao seu, que ao do outro. 
Perdem tanto tempo com o discutir e esquecem de realmente amar."

sábado, 28 de abril de 2012


Surpreendentemente, não sou dada aos rancores eventuais - o que não quer dizer que eu não tenha algumas dores pra curar. 
Em verdade, sou profunda e perigosamente irritável, mas também sou amiga do tempo; sou de deixar passar. 
Afetos sinceros sempre me desarmam.

sexta-feira, 27 de abril de 2012

terça-feira, 24 de abril de 2012


Não confie na frase de sua avó, de sua mãe, de sua irmã de que um dia encontrará um homem que você merece.
Não existe justiça no amor.
O amor não é censo, não é matemática, não é senso de medida, não é socialismo.
É o mais completo desequilíbrio. 
Ama-se logo quem a gente odiava, quem a gente provocava, quem a gente debochava. Exatamente o nosso avesso, o nosso contrário, a nossa negação.

domingo, 22 de abril de 2012


Por quê você nunca se cansa de arriscar? 
A coragem respondeu: Porque independente de dar certo ou não, terei a consciência de que tentei...

sexta-feira, 20 de abril de 2012


É só acreditar que o amor é eterno que ele termina.
 É só acreditar que o amor terminou que ele recomeça.

quinta-feira, 19 de abril de 2012

*------*


"Por você, tratei de ajeitar as coisas no meu peito como alguém que limpa a casa para receber visitas." 

"Às vezes seguir o coração é escutar quando ele diz que chega. 
Quando ele mostra, todo dia, que está cansado de ser maltratado e que aquilo que oferecem a ele é pouco e ele merece mais... 
Escutar o coração não é deixar que pisem na gente. 
Escutar o coração é se encher de esperança mesmo quando tudo parece que vai contra a gente, e é também ter forças para matar um amor quando parece que a gente mata junto tanta coisa bonita dentro da gente..." 

terça-feira, 17 de abril de 2012


 Quando meu orgulho me fizer maior do que realmente sou, quero lembrar de onde vim. 
Quando meus pés me levarem a lugares que meu coração jamais estaria, quero lembrar de quem sou. 
Quando me achar grande demais,quero lembrar que sem Deus não sou nada. 
Quando minha arrogância machucar a quem mais amo, quero ser humilde para pedir perdão.
Porque eu reconheço, não sou ninguém sozinho. 
Sou pequeno demais quando comparado à criação de Deus a minha volta, preciso de um alicerce para não sair do trilho, preciso de meus amigos.'


Em alguns momentos eu te decepcionarei , em outros voce me frustará. 
Mas se tivermos coragem para reconhecer nossos erros, habilidade para sonharmos juntos e capacidade para chorarmos e recomeçarmos tudo de novo quantas vezes forem nescessárias, então nosso amor sera imortal.

segunda-feira, 16 de abril de 2012

É tudo questão de pensar positivo, você é do tamanho do seu sonho amigo.

Noah:Você poderia apenas ficar comigo?
Allie:Ficar com você? Pra quê? Olhe pra nós, já estamos brigando!
Noah:Mas isso é o que nós fazemos! Nós brigamos! Você diz que eu estou sendo um arrogante filho da puta, e eu te digo que você está sendo um pé no saco... o que você é, 99% do tempo. Eu não tenho medo de ferir seus sentimentos, porque depois de dois segundos, você voltará a ser um pé no saco.
Allie:Então o que?
Noah:Então não será fácil, será muito difícil. E nós teremos que trabalhar nisso todos os dias, mas eu quero isso, por que eu quero você.

Quem ama não desiste, não trai, não mente
Quem ama é paciente, confiaentende.
 Amar é virtude que poucos têm.

simplesmente meu *-*


Não me venha com falsas promessas.
 Eu não me iludo com presentes caros.
 Não, eu não estou à venda. 
Eu não quero saber onde você mora. 
Desde que você saiba o caminho da minha casa. 
Eu não quero saber quanto você ganha. 
Quero saber se ganha o dia quando está comigo.




Carpinejar disse: "A mulher que fica quieta numa briga já está fazendo a mala".
É bem assim. 
Se tem uma coisa que mulher sabe é FALAR. 
Se ela começa a ficar quieta demais, MEU AMIGO, pode se preparar. 

"Se ele não me amar pelas minhas fraquezas e não me 
ajudar nos meus medos e não quiser crescer comigo,
não serve nem pra colega o que dirá pai dos filhos."

Quando se perde a admiração por alguém, é difícil não enjoar, não se afastar e não deixar pra lá; a admiração move os sentimentos e as vontades, então cuidado para não destruir o que construiu, certas atitudes podem acabar com qualquer tipo de admiração.
Pra você uma mulher que sai pra se divertir, bebe, dança, é algo ridículo?
O cúmulo?? 
Meu amor, ridículo é você olhar só pra bunda de uma mulher ao invés dos olhos. 
Ridículo é não ter personalidade e ir pela cabeça dos 'amigos'.
 Ridículo é uma mulher te dar valor, e mesmo gostando dela, você só querer a putaria, pra se sentir mais 'homem'. 
Acorde! ;)

quarta-feira, 11 de abril de 2012


"Porque eu sou isso que você vê: sou mais sentimento que razão, sou mais grito que sussurro, sou mais pé na nuvem do que no chão."